InícioPortalRegistrar-seConectar-se

Ver as novas mensagens desde minha última visita
Ver minhas mensagens
Ver as mensagens sem resposta
Compartilhe | .
 

 O Dakar 2012 vai chegar ao Perú

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
T@go
CBR 650
avatar

Pendura : ..............Sofia!!

Número de Mensagens : 5395
Idade : 42
Localização : Cascais
Mota/Modelo : Hornet
Data de inscrição : 01/05/2009

MensagemAssunto: O Dakar 2012 vai chegar ao Perú Dezembro 28th 2011, 18:50



De Buenos Aires, na Argentina, partem no dia 1 de Janeiro os concorrentes para a primeira das 14 classificativas que os hão-de levar até Lima, no Perú, no 15º dia do ano, 9000 km depois da partida. Só em Copiapó, em pleno Chile, é que vai haver lugar para um curto mas merecido descanso, ao oitavo dia de prova.

O traçado desta edição do Rali Dakar, idealizado originalmente por Thierry Sabine e que desde 2009 se desenrola no cenário majestoso da Cordilheira dos Andes, foi revisto para 2012, apresentando mais quilómetros em deserto arenoso, um maior desafio para as máquinas que este ano vêm a sua potência reduzida.

A cilindrada dos motores foi diminuída para apenas 450cc, e uma nova regra foi introduzida: cada motor substituído ou reparado custará uma penalização em tempo (15 minutos para a primeira, 45 minutos para a segunda e 2 horas para toda e qualquer outra substituição ou reparação subsequente), o que torna necessária mais regularidade do piloto e maior fiabilidade da máquina.

E para dificultar ainda mais as coisas, a 11ª etapa será uma “semi-maratona” com as motos a ficarem a noite em “parque fechado”, estando o acesso interdito aos mecânicos ou a qualquer outra pessoa que não o próprio piloto.

Hélder Rodrigues (Yamaha), o Campeão do Mundo de Ralis em título, vai estar na mira das atenções do povo luso, e não só, e servirá seguramente de inspiração a Ruben Faria (KTM), Paulo Gonçalves (Husqvarna) e Bianchi Prata (Husqvarna), os outros participantes portugueses. Para todos eles, homens com experiência e conhecimento das durezas desta prova, desejamos muita sorte, inspiração e um regresso a casa repleto de boas memórias.



Fonte:Motociclismo
Voltar ao Topo Ir em baixo
T@go
CBR 650
avatar

Pendura : ..............Sofia!!

Número de Mensagens : 5395
Idade : 42
Localização : Cascais
Mota/Modelo : Hornet
Data de inscrição : 01/05/2009

MensagemAssunto: Dakar 2012: primeiro dia para aquecer Janeiro 1st 2012, 17:34



Arrancou hoje o Dakar 2012, numa primeira etapa que ligou a estância balnear de Mar del Plata a Santa Rosa de la Pampa. Os concorrentes enfrentaram uma especial cronometrada de apenas 57 km, só para “aquecer”, ganha pelo chileno Francisco Lopez (Aprilia), antes de uma longa ligação de 763 km.
O segundo colocado foi um dos grandes candidatos à vitória, Marc Coma (KTM), a 14 segundos de “Chaleco”, com a surpresa argentina, Javier Pizzolito (Honda), no terceiro posto.

Ruben Faria (KTM) foi o melhor português, com o 8º tempo, a 1m18s do vencedor, e à frente do seu “chefe de fila”, Cyril Després (KTM), que foi 11º colocado.
Hélder Rodrigues (Yamaha) foi 15º, Paulo Gonçalves (Husqvarna) 16º e Pedro Bianchi Prata (Husqvarna) 56º. No geral, o melhor português do dia foi mesmo o homem das quatro rodas, Carlos Sousa, 6º melhor da etapa nos automóveis.

De momento, só temos informações acerca de Hélder Rodrigues, que teve um problema eléctrico com a sua moto ainda no parque fechado. Segundo o Campeão Mundial de TT, após o final do troço cronometrado, “a moto não pegou no parque fechado e tive de a trazer à mão até à partida. Depois desligámos a parte eléctrica do road book. Agora só quando chegar ao final da ligação é que vamos tentar perceber o que é que está mal. Tentei concentrar-me e perder o menos tempo possível”.

A etapa de amanhã liga Santa Rosa de la Pampa a San Rafael e terá um total de 781 quilómetros, dos quais 295 serão cronometrados. O percurso da especial é inicialmente muito rápido exigindo grande concentração. Um cenário que, depois de uma zona com curvas rápidas em pista, passa para dunas. Em Nihuil a areia é cinzenta devido à intensa actividade vulcânica que esta região teve no passado.



Fonte:Motociclismo
Voltar ao Topo Ir em baixo
JCorreia211
Honda Monkey
avatar

Número de Mensagens : 43
Idade : 37
Localização : Figueira da Foz
Data de inscrição : 17/08/2011

MensagemAssunto: Re: O Dakar 2012 vai chegar ao Perú Janeiro 1st 2012, 19:11

Não podia ter começado pior este Dakar.
Os meus sentimentos á familia e boa sorte a todos no Dakar.
http://aeiou.visao.pt/motard-argentino-morre-na-primeira-etapa-do-dakar-2012=f641149
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kentera
CBR 600F4i
avatar

Pendura : Kriss

Número de Mensagens : 3984
Idade : 32
Localização : oeSte
Data de inscrição : 08/09/2011

MensagemAssunto: Re: O Dakar 2012 vai chegar ao Perú Janeiro 1st 2012, 20:08

Desde que que levaram o Dakar para o outro lado do Atlântico passei a gostar menos... mas é sempre um verdadeiro espectáculo

é pena que às vezes tenha este lado muito negativo..

que descanse em paz
Voltar ao Topo Ir em baixo
T@go
CBR 650
avatar

Pendura : ..............Sofia!!

Número de Mensagens : 5395
Idade : 42
Localização : Cascais
Mota/Modelo : Hornet
Data de inscrição : 01/05/2009

MensagemAssunto: Dakar 2012: Nova fatalidade atinge o contingente das motos Janeiro 2nd 2012, 17:57




Jorge Boero, piloto argentino natural de Buenos Aires, sofreu uma queda ao quilómetro 55 dos 57 km cronometrados que compunham a primeira etapa do Rali Dakar 2012.

Na sequência da queda, Boero foi assistido no local antes de ser evacuado através de helicóptero para o hospital mas, não resistiu a um ataque cardíaco e acabou por falecer.

Este seria o segundo Dakar em que o piloto de 38 anos iria participar, em 2011 também esteve presente mas abandonou à sexta etapa. O piloto da Beta é assim a 31ª vítima desta mítica competição que teve o seu início em 1979.





Fonte:Motociclismo
Voltar ao Topo Ir em baixo
T@go
CBR 650
avatar

Pendura : ..............Sofia!!

Número de Mensagens : 5395
Idade : 42
Localização : Cascais
Mota/Modelo : Hornet
Data de inscrição : 01/05/2009

MensagemAssunto: Dakar 2012: "Missil" Marc Coma já está na liderança ao segundo dia Janeiro 3rd 2012, 08:49



O segundo dia do Rali Dakar 2012 já serviu para os principais candidatos à vitória final marcarem as suas posições, principalmente o espanhol Marc Coma. O piloto da KTM e vencedor da edição anterior do Dakar, partia para os 295 km cronometrados, distância que ligou Santa Rosa de la Pampa a San Rafael, apenas com "Chaleco" Lopez em Aprilia à sua frente na pista mas, rapidamente o "missil" Coma assumiu o comando das operações.

Passando em pista Lopez na parte final da etapa, Coma abriu caminho para o conjunto de perseguidores mas, apesar de perder algum tempo para Cyril Després dentro dos últimos 50 km - que entretanto já passava no último checkpoint antes da chegada em primeiro, na zona de dunas vulcânicas, Coma recuperou o ritmo e terminou a etapa de hoje com 1'18s para o seu arquirival Després.

No pódio do dia voltamos a encontrar nova surpresa! Após Pizzolito na primeira etapa, hoje foi a vez de Joan Barreda intrometer a sua Husqvarna na luta de titãs do Dakar. Barreda, que conseguiu duas vitórias em etapas do Rali de Marrocos, acabou a apenas 2'33s de Marc Coma.

Num dia em que as diferenças na luta pelas primeiras posições já se começam a contar em minutos e não em segundos, os pilotos portugueses estiveram um pouco fora do ritmo necessário para entrarem na discussão pela vitória da etapa.


O melhor luso acabou por ser o Campeão Mundial de TT Hélder Rodrigues, que cumpriu a etapa com o 12º melhor tempo, 11'01s a mais do que Marc Coma. Após os problemas elétricos sentidos no dia de ontem, hoje voltou a ser um dia menos positivo para a grande esperança portuguesa neste Dakar. Na geral, Hélder Rodrigues já se encontra a 12'38s do líder da prova.

Paulo Gonçalves, em Husqvarna da equipa SpeedBrain, foi de todos o mais regular, rolando "confortavelmente" entre os 15 mais rápidos mas nunca ameaçando conseguir entrar no Top10. No final da etapa o 13º tempo significa a descida para o 21º posto na geral, já a mais de vinte minutos de Marc Coma.

Ruben Faria, a servir de apoio vital ao "chefe de equipa" Cyril Després, iniciou a etapa bastante discreto nos tempos. Ao longo da etapa foi aumentando o seu ritmo e, entre o último checkpoint e a meta, conseguiu mesmo recuperar até 15º na etapa a pouco mais de treze minutos de Coma. Na geral, Faria está agora em 13º a quase quinze minutos de Marc Coma.

Pedro Bianchi Prata perdeu hoje muito tempo para o topo da tabela. O piloto da Husqvarna não foi além do 57º tempo do dia, sendo agora o 56º na geral a quase uma hora de distância para Marc Coma.

De momento ainda não nos foi possível recolher as declarações dos pilotos portugueses após o final da segunda etapa do Rali Dakar 2012. Assim que nos for possível, iremos atualizar esta notícia com as impressões dos "nossos" pilotos.



Fonte:Motociclismo
Voltar ao Topo Ir em baixo
teixeira
CBR 650
avatar

Número de Mensagens : 5308
Idade : 48
Localização : Alverca do Ribatejo
Mota/Modelo : Honda CBR Fireblade 2008
Data de inscrição : 30/09/2008

MensagemAssunto: Re: O Dakar 2012 vai chegar ao Perú Janeiro 3rd 2012, 15:22

Falando, neste caso escrevendo, nunca tive grande interesse por rallys mas o Paris-Dakar era mais que um rally e desde que se deixou de realizar que não acho piada a chamarem dakar a um rally realizado no outro lado do mundo, parece quase como a Cátia da casa dos segredos a dizer onde fica África
Voltar ao Topo Ir em baixo
T@go
CBR 650
avatar

Pendura : ..............Sofia!!

Número de Mensagens : 5395
Idade : 42
Localização : Cascais
Mota/Modelo : Hornet
Data de inscrição : 01/05/2009

MensagemAssunto: Dakar 2012: No terceiro dia... Janeiro 4th 2012, 08:35




A terceira etapa do mais difícil rali do mundo, foi hoje bastante mais violenta para as motos, já que a especial destinada às duas rodas perfazia um total de 270km (mais 62 do que para os automóveis) num traçado demolidor decorrido a altitudes entre os 1000 e os 3000 metros, donde se destacavam as travessias das ribeiras e os troços de pedra típicos da cordilheira dos andes.

Um golpe de azar, um erro na leitura do "road book" que o afastou da pista das motos, fez com que o espanhol Marc Coma não conseguisse melhor do que o sétimo tempo, dando assim "uma grande abébia” ao seu colega de equipa françês, Cyril Després, que apesar de ter vencido a etapa e assumido uma vantagem de mais de dez minutos na liderança da tabela geral, tampouco teve um dia fácil já que terá ficado até sem travão dianteiro na sua KTM, num "contacto imediato" com uma pedra.

Na peugada do líder, o português Paulo Gonçalves conseguiu hoje fazer chegar a sua Husqvarna no terceiro lugar, a apenas dois segundos do Holandês da Sherco, Verhoven, que terá feito o segundo melhor tempo e que mostrava, no final, o seu contentamento por conseguir provar que com a sua Sherco, “consegue fazer boa figura”. Com este cronómetro, "Speedy Gonçalves" concretizou hoje uma espectacular recuperação do 21º para o sétimo lugar da geral, estando agora a 26 minutos do líder.

Com o quarto melhor tempo chegou outro português, Helder Rodrigues, que assim volta a subir na tabela e coloca a sua Yamaha na 5ª posição da classificação geral, a pouco menos de vinte minutos do líder. O chileno Lopez não conseguiu hoje com a sua Aprilia fazer melhor que o oitavo tempo, tendo descido para o quarto lugar da classificação geral.

Ruben Faria terá hoje chegado com 23 minutos de atraso do seu “patrão”. O "mochileiro" de Després ocupa agora o 15º lugar da geral, a quase 35 minutos.

Bianchi Prata tem apresentado resultados mais modestos que os demais portugueses, tendo perdido hoje mais uma hora para a liderança, descendo para o 58º lugar da geral, com mais de 125 minutos de atraso.




Fonte:Motociclismo
Voltar ao Topo Ir em baixo
T@go
CBR 650
avatar

Pendura : ..............Sofia!!

Número de Mensagens : 5395
Idade : 42
Localização : Cascais
Mota/Modelo : Hornet
Data de inscrição : 01/05/2009

MensagemAssunto: Dakar 2012: 4ª etapa – Hélder já está no pódio Janeiro 5th 2012, 08:27


A quarta tirada do Dakar contou hoje com uma especial de 326 km, após uma longa ligação de mais de 400 km, ligando San Juan a Chilecito. Era uma especial com várias armadilhas e muita navegação, na qual Marc Coma levou a melhor, mas ganhando apenas dois minutos a Cyril Després, que foi segundo e continua a liderar a prova, com menos 8m02s que Coma.

Frans Verhoeven foi o terceiro mais rápido, à frente de Hélder Rodrigues, que com este tempo ultrapassou na geral Francisco Lopez e David Casteu, ocupando agora o terceiro lugar.
Paulo Gonçalves também andou sempre entre o pelotão da frente, tendo-se perdido na fase final da especial mas, mesmo assim, terminou o dia em quinto, subindo mais um degrau dentro do top 10 da classificação geral, onde ocupa agora o 6º posto, a cinco minutos de David Casteu.
Ruben Faria, que ontem desceu para o 51º posto, devido a uma penalização de 40 minutos (na sequência de ter falhado dois waypoints após uma queda), conseguiu hoje recuperar algum terreno, e já é o 28º da geral. "Estou bastante contente pois consegui chegar ao fim e não foi nada fácil. O Cyril continua na liderança e neste momento isso é o mais importante. Amanhã vamos ter muita navegação e tudo pode acontecer", referiu o piloto da KTM Red Bull após o final da especial.
Mais atrás vem Pedro Bianchi Prata, que subiu três posições e é o 55º colocado.
Pedro Bianchi Prata
À chegada à assistência, em Chilecito, Hélder Rodrigues salientou que “nestes dois dias tenho estado a tentar recuperar o ânimo que perdi nas duas etapas iniciais. Não é nada fácil gerir tudo isto. Hoje disputei uma etapa que tinha de tudo. Pistas rápidas, zonas com pedra e também muita água. A navegação também era muito exigente. Quando Marc me apanhou fui bastante tempo com ele, mas depois o Verhoeven e o Paulo também me passaram e perdi o contacto. Na parte final da etapa o Paulo também se perdeu e depois veio atrás de mim até ao fim. Não era uma etapa para atacar porque amanhã entramos na areia. Talvez aí possa atacar se me sentir bem”.
A etapa de amanhã liga Chilecito a Fiambala e conta com uma especial com cerca de 265 quilómetros para motos e quadriciclos. Chegou a hora de atravessar as dunas de areia branca de Fiambala. A sua grandiosidade, que até agora não deixou ninguém indiferente, já foi fatal para muitos pilotos menos experientes. Aliás, foi por entre estas dunas que Carlos Sainz viu, por duas vezes, as suas aspirações à vitória serem afundadas. É preciso muita atenção na navegação para não deitar tudo a perder.




Fonte:Motociclismo
Voltar ao Topo Ir em baixo
T@go
CBR 650
avatar

Pendura : ..............Sofia!!

Número de Mensagens : 5395
Idade : 42
Localização : Cascais
Mota/Modelo : Hornet
Data de inscrição : 01/05/2009

MensagemAssunto: Dakar 2012: Faria o melhor na 5ª etapa e Gonçalves no Top5 Janeiro 5th 2012, 18:30



Os pilotos das motos que participam no Dakar 2012 voltaram a passar por mais um dia recheado de dificuldades mas, sem problemas, continuam os dois principais candidatos à vitória final: Marc Coma e Cyril Despres. Entre os portugueses, Hélder Rodrigues voltou a perder terreno, Paulo Gonçalves já subiu para o Top5 e Ruben Faria foi o que mais brilhou, ao terminar a 5ª etapa como o sétimo melhor.

Respondendo ao ataque sofrido no dia anterior, Cyril Despres defendeu da melhor maneira a sua liderança na prova, percorrendo os 186 km cronometrados (após ligação de 151 km) que uniram as localidades de Chilecito a Fiambala, ainda em território argentino, em pouco menos de duas horas e meia.

Como esperado, Marc Coma seguiu de perto o seu arquirrival mas, hoje não conseguiu recuperar terreno, tendo inclusivamente perdido mais 1’41s para Despres. Na geral os dois pilotos da KTM estão agora separados por quase dez minutos mas a vitória final está ainda muito longe de estar decidida e, a diferença poderia ter sido ainda maior, não fosse a direção de prova ter decidido anular os últimos 79 km devido aos estragos que as chuvas intensas têm feito nos trilhos das motos.

No terceiro tempo do dia o destaque também tem de ser dado ao espanhol Joan Barreda, piloto que aos comandos de uma Husqvarna se tem mostrado bastante rápido, mesmo que ontem tenha passado um mau dia. Barreda voltou a mostrar que poderá chegar mesmo à vitória numa etapa este ano.

Quanto aos quatro portugueses em prova, no momento em que escrevemos estas linhas apenas sabemos dos resultados de três, sendo que a chegada ainda não chegou Pedro Bianchi Prata.

Na classificação geral o melhor continua a ser Hélder Rodrigues aos comandos de uma Yamaha WR450. Hélder terminou o dia de hoje em 14º, voltou a perder mais de 20 minutos para o mais rápido mas, ainda assim, mantém um lugar no pódio seguro por pouco mais de um minuto para o seu mais direto perseguidor, o chileno “Chaleco” Lopez.

Da comitiva portuguesa, nesta quinta etapa destaque também para os resultados de Ruben Faria e de Paulo Gonçalves.

Ruben não pode esquecer os seus destinos como “mochileiro” de Cyril Despres e, apesar de ter de moderar o seu ritmo, o piloto da KTM foi o sétimo nesta etapa e recuperou terreno na geral, aproveitando da melhor forma a muita navegação necessária para passar as dunas brancas de Fiambala. Ruben Faria subiu mais umas posições e já está em 19º.

Outro destaque de hoje para Paulo Gonçalves. O piloto Husqvarna da equipa Speedbrain fechou os dez mais rápidos, a menos de 10 minutos de Despres. Com este resultado, Gonçalves voltou a subir posições na classificação geral do Dakar 2012 e já está entre os cinco melhores.


Fonte:Motociclismo
Voltar ao Topo Ir em baixo
T@go
CBR 650
avatar

Pendura : ..............Sofia!!

Número de Mensagens : 5395
Idade : 42
Localização : Cascais
Mota/Modelo : Hornet
Data de inscrição : 01/05/2009

MensagemAssunto: Dakar 2012: Organização cancela a 6ª etapa devido ao mau tempo Janeiro 8th 2012, 17:48



A 6ª etapa do Rali Dakar 2012, que hoje deveria atravessar a cordilheira dos Andes em território chileno ligando as localidades de Fiambala e Copiapo, foi anulada pela organização da prova devido ao mau tempo.

A chuva intensa e a muita neve que se têm feito sentir a altitudes mais elevadas por onde os pilotos deveriam passar, e que destruíram os trilhos marcados pela organização, levaram a que as autoridades chilenas fechassem a Passagem de San Francisco, um trilho a mais de 4.700 metros de altitude!

A pensar na segurança de todos os envolvidos na prova, incluindo todos os fãs que acompanham os pilotos no terreno, a organização decidiu que a caravana segue caminho em conjunto, contornando a referida passagem em altitude. O novo itinerário segue a estrada principal até Diego de Almagro.



Fonte:Motociclismo
Voltar ao Topo Ir em baixo
T@go
CBR 650
avatar

Pendura : ..............Sofia!!

Número de Mensagens : 5395
Idade : 42
Localização : Cascais
Mota/Modelo : Hornet
Data de inscrição : 01/05/2009

MensagemAssunto: Dakar 2012: E ao sétimo dia, Gonçalves no Top3 Janeiro 8th 2012, 17:50



A última etapa antes do dia de descanso desta longa prova, começou e terminou no Chile, em Copiapó e correu de "vento em poupa" para o nosso "speedy" Gonçalves que, a meio da etapa, chegou a rodar na sua Husqvarna em primeiro lugar, com mais de 17 minutos de avanço sobre os líderes da prova.
Nessa altura, Hélder Rodrigues posicionava a sua Yamaha em quinto lugar, doze minutos atrás. Ruben Faria detinha então o sétimo melhor tempo.

Mas a equipa oficial da KTM passou ao ataque e Coma foi o mais rápido a concluir a etapa, com dois minutos de vantagem sobre o seu rival e companheiro de equipa na KTM, Cyril Després, conseguindo assim uma dobradinha para a marca austríaca. Logo atrás, com o terceiro melhor tempo, chegava Paulo Gonçalves, com escassos segundos de diferença para Després. Cerca de um minuto depois, foi a vez de Hélder Rodrigues terminar a etapa, conseguindo assim e também, uma dobradinha para Portugal.

Na Classificação Geral continuam na liderança os dois pilotos da KTM com uma vantagem de praticamente oito minutos para Després. O segundo lugar do espanhol Coma está relativamente a salvo, por enquanto, já que o terceiro classificado, o português Hélder Rodrigues, encontra-se a mais de quarenta minutos.


Com o bom resultado de hoje, Paulo Gonçalves coloca-se no quarto lugar da tabela, a apenas cinco minutos do "estrelinha" Rodrigues e com um avanço de mais de dez minutos sobre Casteau e Viladoms. Ruben Faria ocupa o 15º lugar da geral, a mais de duas horas do líder. O outro português, Bianchi Prata, continua em prova mas com mais de seis horas de atraso, ocupando o 54º lugar da tabela.




Fonte:Motociclismo
Voltar ao Topo Ir em baixo
T@go
CBR 650
avatar

Pendura : ..............Sofia!!

Número de Mensagens : 5395
Idade : 42
Localização : Cascais
Mota/Modelo : Hornet
Data de inscrição : 01/05/2009

MensagemAssunto: Dakar 2012: um dia para respirar Janeiro 8th 2012, 23:03


Depois da sexta etapa anulada, e de uma sétima etapa dura, disputada em “boucle”, com partida e chegada em Copiapó, a caravana do Dakar teve hoje, domingo, um dia de descanso naquela localidade chilena.
Os pilotos portugueses partem para a segunda semana da prova no 3º lugar (Hélder Rodrigues), 4º (Paulo Gonçalves), 15º (Ruben Faria) e 56º (Pedro Bianchi Prata), e demonstram-se optimistas face ao que têm pela frente.
O Campeão Mundial de TT, Hélder Rodrigues (Yamaha), diz que “as coisas não estão a correr bem, apesar do resultado. Mas o mais importante é que tanto eu como a minha equipa estamos bem e capazes de trabalhar para fazer melhor. Ainda faltam muitos dias para a corrida terminar e eu vou lutar para conseguir um bom resultado”.
Já Paulo Gonçalves (Husqvarna), num crescendo impressionante nos últimos dias, chegou a Copiapó a subir para 4º da geral, e afirma que este resultado é “bastante importante para fechar a primeira parte do rally. O objetivo é atacar a segunda metade do rally com a mesma determinação e prudência.”
Quanto a Ruben Faria (KTM), o seu principal objetivo é seguir de perto Cyril Després e ajudá-lo, caso este necessite, o que significa se tudo correr bem poderá subir alguns lugares na classificação geral. “Estamos na frente do Dakar e tudo tem que estar perfeito até final.
O objetivo nos próximos dias é o de encontrar um bom ritmo, logo a partir de amanhã, e andar o mais próximo possível do Cyril. Estou bem fisicamente e bastante tranquilo.”
Finalmente, Pedro Bianchi Prata (Husqvarna) sentiu-se confortável na sétima etapa, galgando bastantes posições. "Foi um dia verdadeiramente de Dakar, todo o tipo de pisos, muita navegação e grandes dunas. Embora tenha apanhado muito pó, pois parti em 83º, consegui atacar desde o início e passar vários pilotos (subiu para 56º). Desde o início deste Dakar foi o dia que me correu melhor e que gostei mais. Agora vamos trabalhar para pôr tudo pronto para a segunda semana de prova."
Segunda-feira, a 8ª etapa liga Copiapo a Antafagasta, ainda no Chile, com um total de 722 km, dos quais 477 km de especial cronometrada. A primeira moto irá partir às 5h42 locais, 8h42 em Portugal Continental.
Fonte:Motociclismo
Voltar ao Topo Ir em baixo
T@go
CBR 650
avatar

Pendura : ..............Sofia!!

Número de Mensagens : 5395
Idade : 42
Localização : Cascais
Mota/Modelo : Hornet
Data de inscrição : 01/05/2009

MensagemAssunto: Dakar 2012: Depois do descanso, o pesadelo! Janeiro 10th 2012, 08:53



A Etapa de hoje, depois do dia de descanso, disputou-se entre Copiapó e Antofagasta, no Chile, em pleno território do Atacama, num traçado muito duro, sempre em pedra, e com o relevo a manter-se sempre acima dos mil metros, tendo até atingido os três mil metros de altitude. Foram percorridos 722km entre os quais 477 de especial, que deram muitas dores de cabeça aos líderes da prova.

Atrás de Marc Coma da KTM, o vencedor da 8ª etapa, partiram o seu colega de equipa Cyril Després e os dois portugueses, Paulo Gonçalves em Husqvarna e Hélder Rodrigues em Yamaha. Francisco Lopez, o chileno da Aprilia nº 4, e um dos favoritos, não partiu na sua hora, devido a fortes dores no joelho direito consequência de uma queda, anteontem, na última etapa. Até à publicação desta notícia ainda não houve confirmação da sua desistência, mas o chileno não aparece nas tabelas de tempos.

A etapa de hoje começou mal para Després e para Paulo Gonçalves que terão ficado presos na lama, logo ao décimo quilómetro, o que lhes terá custado, logo ali, cerca de oito minutos de atraso. Hélder Rodrigues também sofreu um pouco com a passagem na mesma zona, mas terá conseguido regressar ao ritmo mais rapidamente, mantendo-se na cabeça da corrida, tendo terminado com o terceiro melhor tempo, confirmando o terceiro lugar da geral e conseguindo, ainda assim, ganhar folga para o quarto lugar, agora ocupado por David Casteu, o outro piloto Yamaha em destaque que terminou a classificativa de hoje com o oitavo tempo.

Na frente, Coma foi sempre seguido de perto por Ruben Faria, que hoje esteve “em forma”, arrebatando o segundo melhor tempo, terminando a apenas 4 minutos do espanhol que acabou por vencer a etapa. Ruben viu assim o seu esforço recompensado com a subida para o 13º lugar da Geral. E Coma, agora líder da tabela, arrecadou uns preciosos nove minutos e meio de vantagem sobre o seu rival, Després.

Pior esteve o “nosso” Speedy Gonçalves que, depois do azar, e apesar de ter acompanhado Després durante praticamente toda a classificativa, terá perdido mais de 16 minutos, tendo sido relegado para a quinta posição da geral, ainda assim a escassos dois minutos de Casteu.


Bianchi Prata terminou esta etapa na 46ª posição, tendo subido para o 48ª da geral.




Fonte:Motociclismo
Voltar ao Topo Ir em baixo
T@go
CBR 650
avatar

Pendura : ..............Sofia!!

Número de Mensagens : 5395
Idade : 42
Localização : Cascais
Mota/Modelo : Hornet
Data de inscrição : 01/05/2009

MensagemAssunto: A vergonha no Dakar Janeiro 10th 2012, 13:22



Talvez o momento mais baixo do Dakar se tenha vivido ontem. Nos quilómetros iniciais o Cyril Després é apanhado numa ratoeira quando seguindo o percurso delineado entra num lamaçal, sem se dar conta do piso, voando de imediato sobre a frente da moto. Os momentos que se seguem são de angústia com o francês em nítidas dificuldades para retirar a sua KTM daquele buraco na lama.

Paulo Gonçalves aparece na imagem e confundido também não se apercebe da lama (parecia uma estrada alcatroada) e também caí de forma aparatosa. Després pede a ajuda de Gonçalves, sendo que Paulo faz isso mesmo colocando os dois a KTM do fancês fora da lama, mas na altura em que Paulo Gonçalves pede a Després para retirar a sua Husqvarna do local onde estava enterrada o francês dá ao motor de arranque e desaparece enquanto que Gonçalves desespera na lama.

Esta história poderia ser um acontecimento como outro qualquer sendo, no entanto, de reprovar a atitude de Després que não seguiu a "lei" dos Rallyes em que uma vez ajudado tens de fazer o mesmo ao teu colega , porém o que é de facto reprovável é a forma como a ASO (Organizador) retrata o acontecimento divulgando as imagens da etapa nº8, a Imagem do Dia, mostrando a queda de Després na lama, Paulo Gonçalves atolado e depois não mostra, aquele que para nós é sim o verdadeiro momento do dia, quando Gonçalves ajuda Després a retirar a moto da lama numa mostra do verdadeiro espirito do Dakar.

A ASO continua a mostrar um facciosismo lamentável na forma como retrata os pilotos de outras nacionalidades como é o caso de Hélder Rodrigues que já foi retratado diversas vezes como sendo um piloto espanhol.

Mais abaixo ficam os videos para que possam tirar as vossas ilações, em primeiro lugar as imagens da ASO e em segundo lugar as imagens com os momentos angustiantes de Paulo Gonçalves.







Fonte:Motociclismo
Voltar ao Topo Ir em baixo
T@go
CBR 650
avatar

Pendura : ..............Sofia!!

Número de Mensagens : 5395
Idade : 42
Localização : Cascais
Mota/Modelo : Hornet
Data de inscrição : 01/05/2009

MensagemAssunto: Dakar 2012 – 9ª etapa: Hélder herda vitória Janeiro 11th 2012, 09:16


A nona etapa do Dakar, que ligou Antofagasta a Iquique, continha a mais longa especial desta edição, com 556 km, uma tirada a que Cyril Després se atirou de “faca nos dentes”. O francês, que ontem viu serem-lhe “presenteados” pela organização os 8 minutos perdidos no lamaçal ao km10, bem como a outros cinco pilotos (entre os quais Paulo Gonçalves) com o pretexto de que o local não estava descrito no road book, acabou por sair hoje apenas a pouco mais de um minuto de um Marc Coma bastante agastado com a decisão da ASO. Coma considera que a decisão é contra o espírito do Dakar, que é sobre vencer as dificuldades. “Eu passei no local sem dificuldades . Amanhã, se eu ficar preso numa duna, não vou esperar que me devolvam o tempo”, disse o espanhol ao El Mundo.

Després acabou mesmo por vencer no terreno o dia de hoje, com menos 6m58s que Coma, e passou a liderar a geral com uma vantagem de 2m28s sobre o seu rival, que foi segundo.
Joan Barreda foi o terceiro mais rápido, seguido de Hélder Rodrigues e Paulo Gonçalves, com Ruben Faria em 13º. Hélder reforçou o terceiro lugar, pois o seu perseguidor imediato, David Casteu, teve uma avaria que o fez perder três horas. Nestas condições, Paulo Gonçalves recuperaria o seu 4º posto da geral, mas depois vieram as penalizações…

Já esta noite, foram averbados 15 minutos de penalização a Marc Coma e Cyril Després, devido a ambas as KTM 450 Rally terem feito uma troca de motor que estava previamente agendada, na noite anterior. Também vários outros pilotos sofreram hoje penalizações de 15 minutos, entre os quais Paulo Gonçalves, Pedro Bianchi Prata e Ruben Faria, e, embora ainda não tenhamos confirmação, terão sido devidas a terem trocado de motor na noite de ontem.

Com tudo isto, a vitória na etapa acabou por ser entregue a Hélder Rodrigues, e Paulo Gonçalves desce para 7º da geral, enquanto Ruben Faria, mesmo assim, sobe um degrau, para o 12º posto, ele que sabia que, passados poucos quilómetros da partida, teria que parar para esperar por Cyril Després. Bianchi Prata é agora o 51º colocado.

A etapa de amanhã liga Iquique a Arica e conta com uma especial de cerca de 377 quilómetros. O início da corrida será brindado com uma vista espectacular sobre algumas das melhores praias do mundo para a prática do surf. O Oceano Pacifico será um companheiro de viagem ao longo de muitos quilómetros nesta especial. A meio da etapa sugirão novamente os extensos cordões de dunas do Atacama que, nesta fase, poderão ditar a sorte de muitos. Os pilotos terão que redobrar a atenção devido à zona de fesh-fesh que marca o final da etapa.





Fonte:Motociclismo
Voltar ao Topo Ir em baixo
T@go
CBR 650
avatar

Pendura : ..............Sofia!!

Número de Mensagens : 5395
Idade : 42
Localização : Cascais
Mota/Modelo : Hornet
Data de inscrição : 01/05/2009

MensagemAssunto: Dakar 2012: Barreda revela-se e Hélder Rodrigues continua seguro Janeiro 12th 2012, 07:57




A 10ª etapa do Rali Dakar 2012 ligou as localidades de Iquique a Arica, através de um percurso seletivo de 377 km. A última etapa antes da caravana chegar ao Perú – uma estreia no Dakar, demonstrou que a batalha pela vitória final será mesmo até ao último centímetro, enquanto as posições seguintes ficam cada vez mais definidas.

Na etapa de hoje o espanhol da Husqvarna Joan Barreda confirmou o que se previa: a vitória numa etapa estava ao seu alcance e foi isso que aconteceu. Ainda assim, Barreda teve de suportar uma lesão no pé direito, o que não o impediu de concluir o dia à frente dos principais candidatos à vitória final.

Marc Coma, bastante insatisfeito com o tratamento VIP com que a organização da prova continua a brindar o seu arquirrival Cyril Després (referência à “devolução” dos minutos perdidos num dos momentos mais “baixos” e lamacentos do ano), voltou a recuperar algum terreno para a liderança. O catalão foi segundo do dia e está agora a apenas 21 segundos do ainda líder Després.

Pela terceira vez consecutiva, o português Hélder Rodrigues terminou a etapa com o quarto melhor tempo. Rodrigues e a sua Yamaha WR450F continuam seguros no último lugar do pódio, cada vez com maior vantagem para os perseguidores, mesmo contando que o seu tempo total irá sofrer uma penalização de 15 minutos devido a troca de motor.

Hélder Rodrigues aproveitou o dia imediatamente antes da etapa maratona (534 km), em que após a etapa, apenas os pilotos podem efetuar o trabalho de revisão à moto, para trocar o motor e garantir a continuação na prova sem problemas de fiabilidade. Ainda para mais, o seu terceiro posto na geral não está em risco, pois a maior ameaça, Jordi Viladoms, também vai sofrer o mesmo tipo de penalização.

O segundo melhor português de hoje acabou por ser Ruben Faria. O piloto KTM, acabou a etapa em 10º, a 15’30s de Barreda e na geral segue em 11º, quase a entrar nos dez melhores.

Paulo Gonçalves foi um dos azarados do dia. Um conjunto de infortúnios fez com que o português voltasse a perder terreno para os principais pilotos. Ainda assim, e com muito por acontecer até final, Gonçalves não está irremediavelmente afastado da luta pelo Top5 e as coisas podem alterar-se rapidamente podendo subir do atual sétimo posto.

Mais para trás, Pedro Bianchi Prata continua a sua passagem algo discreta por esta edição do Rali Dakar. O companheiro de equipa de Paulo Gonçalves na Husqvarna, voltou a perde mais de uma hora para o vencedor do dia e, na geral está em 48º a mais de dez horas de diferença para Després.





Fonte:Motociclismo
Voltar ao Topo Ir em baixo
T@go
CBR 650
avatar

Pendura : ..............Sofia!!

Número de Mensagens : 5395
Idade : 42
Localização : Cascais
Mota/Modelo : Hornet
Data de inscrição : 01/05/2009

MensagemAssunto: Dakar 2012: Paulo Gonçalves penalizado com seis horas! Janeiro 13th 2012, 07:52



Durante a madrugada de hoje e já após o final da 10ª etapa do Dakar 2012, surgiu a notícia que o piloto português Paulo Gonçalves, aos comandos de uma Husqvarna da equipa Speedbrain, e que se encontrava na sétima posição na geral, recebeu uma penalização de seis horas!

A referida penalização terá sido imposta pela organização devido a Paulo Gonçalves ter sido acusado por outros pilotos, por alegadamente ter sido rebocado por um automóvel quando ficou atolado em lama na etapa de ontem.

Com mais seis horas adicionadas ao seu tempo total, Paulo Gonçalves desceu de 7º na geral para um já longínquo 36º posto a 7h41’41s do ainda líder Cyril Després. Resultado desta penalização, todos os pilotos que estavam imediatamente atrás de Gonçalves sobem uma posição, facto especialmente relevante para Ruben Faria que assim consegue finalmente entrar no Top10.

Quanto à etapa maratona do dia de hoje, ligando Arica a Arequipa, já em território peruano, a organização da prova decidiu alterar o percurso específico para as motos devido a alguns leitos de rios que supostamente estavam secos, estarem agora completamente inundados de água derivada das fortes chuvas que se têm feito sentir na zona.

Assim, os pilotos das duas rodas vão seguir os mesmos trilhos dedicados aos automóveis ao longo do dia e, no final da etapa, seguem outro caminho que os levará ao bivouac onde apenas as motos e os quads podem entrar. Será também aí que os pilotos vão ter de efetuar a manutenção às respetivas máquinas sem o auxílio das equipas técnicas.



Fonte:Motociclismo
Voltar ao Topo Ir em baixo
T@go
CBR 650
avatar

Pendura : ..............Sofia!!

Número de Mensagens : 5395
Idade : 42
Localização : Cascais
Mota/Modelo : Hornet
Data de inscrição : 01/05/2009

MensagemAssunto: Dakar 2012: 11ª etapa - o dia dos números Janeiro 13th 2012, 07:54


A etapa de hoje foi estatística, deixando tudo em aberto!

No dia em que o Rally Dakar acrescenta mais um país ao seu longo “palmarés” perfazendo um total de 27 nações em três continentes, Cyril Després é o primeiro motociclista a vencer uma etapa duma prova no Peru, perfazendo um total de 30 vitórias em etapas no Dakar e conseguindo uma vantagem de pouco mais de dois minutos sobre o espanhol e rival e colega de equipa na KTM, que exibe o número um na sua moto: Marc Coma, que por isso hoje desceu para o segundo lugar.

Mas as areias do Peru não terão sido fáceis para ninguém e os portugueses não foram excepção. Hélder Rodrigues terminou a etapa com o nono melhor tempo. Um azar logo no início da etapa roubou-lhe 7 preciosos minutos que, não tendo posto em risco o terceiro lugar da geral, cedeu vantagem ao seu perseguidor, Jordi Viladoms, que agora está a escassos dezasseis minutos de distância.

Paulo Gonçalves terá hoje tido um dia difícil em termos psicológicos, depois de ter visto esfumada qualquer hipótese de chegar ao pódio, após lhe terem sido “creditadas” seis horas de penalização, numa consequência do mal explicado episódio da lama. Ainda assim, o seu cronómetro rendeu-lhe o décimo quinto tempo da etapa de hoje, demorando apenas mais dezoito minutos do que o líder da prova, resultado que não deixa de ser meritório já que, se descontássemos o castigo, o “Speedy” estaria agora a discutir o sétimo lugar da geral, e com bastantes probabilidades de conseguir subir na tabela.

Ruben Faria hoje demorou mais uma hora que o seu “mentor”, tendo chegado (praticamente a par com Bianchi Prata que foi 40ª, apenas um minuto depois) em 38º lugar, ao parque fechado onde as motos vão ficar guardadas esta noite sem que os mecânicos estejam autorizados sequer a vê-las, já que vão ficar em “bivouac’s” separados, consequência da “semi-maratona” agendada para a etapa de Hoje.
Ruben ocupa agora a 12ª posição da classificação geral, com quase meia hora de vantagem para o seu direto perseguidor, o holandês da Sherco, Frans Verhoven.

Para amanhã, com os resultados todos em aberto, na etapa disputada entre Arequipa e Nasça, em solo peruano, com muita areia e dunas, vamos ver se compensou ao petulante francês da KTM ganhar a etapa de hoje, já que vai ter que partir na frente para enfrentar uma navegação difícil, enquanto que o seu rival Coma, vai ter a vida facilitada. Por um lado, tem o seu compatriota e amigo Gerard Farres Guell, também em KTM, que terminou a etapa de hoje em segundo lugar, e que ocupa o sexto posto da geral, a dar-lhe uma ajuda na navegação, partindo também na sua frente, e por outro, com o seu novo aguadeiro, (Johnny Aubert - que terá substituído Pedrero, que ontem foi obrigado a desitir) logo atrás, já que terminou a etapa de hoje com o quarto melhor tempo.

Isto promete!
Fonte:Motociclismo
Voltar ao Topo Ir em baixo
T@go
CBR 650
avatar

Pendura : ..............Sofia!!

Número de Mensagens : 5395
Idade : 42
Localização : Cascais
Mota/Modelo : Hornet
Data de inscrição : 01/05/2009

MensagemAssunto: Dakar 12ª etapa: Coma retoma a liderança Janeiro 14th 2012, 14:55



A 12ª etapa do Dakar, segunda em território peruano, levou a caravana de Arequipa até Nasca, uma tirada que muitos concorrentes reputaram como sendo das mais belas da prova, correndo ao lado do oceano Pacífico, com muitas dunas na fase final – o mesmo “prato” que os espera amanhã.

Marc Coma, saindo em quarto para a especial, e por isso em boa posição para controlar o andamento de Després – o primeiro a arrancar -, conseguiu recuperar tempo ao francês e vencer a etapa, ganhando-lhe 3m57s, que o fizeram retomar a liderança da classificação geral, agora com menos 1m35s que o seu rival. Mas, é claro, amanhã as posições de saída invertem-se, e será a vez de Després dar “caça” ao espanhol. Um duelo que deverá durar até Lima.

Coma disse que a etapa era “muito bonita, mas também muito dura, e tenho a certeza que os carros passaram um mau bocado. A primeira parte tinha muita navegação, e foquei-me em seguir as notas e não cometer erros, mas sabia que no final havia dunas e poderia recuperar – pois não havia rastos, o sol estava alto e eu sei como é difícil abrir a pista nestas condições. Chegar vindo de trás foi fácil para mim, mas também é certo que vai ser difícil segurar a primeira posição amanhã”.

Joan Barreda e Jordi Viladoms completaram o pódio do dia, totalmente espanhol, com Després em quarto e, depois, um trio português nos quinto, sexto e sétimo postos: Paulo Gonçalves (que, com as 6 horas de penalização, é agora 30º), Ruben Faria (que é o 12º), e Hélder Rodrigues, que segura o 3º posto da geral, com menos 26 minutos que Viladoms. O Campeão do Mundo também considerou a etapa muito bonita, mas “não isenta de preocupações. O motor da moto aqueceu e tive de parar para por água. Tirando isso foi uma jornada calma, porque o meu objectivo agora é terminar a prova sem cometer erros e evitar tudo o que possa colocar em causa o terceiro lugar”.

Quanto a Pedro Bianchi Prata, alcançou a 45ª posição do dia e encontra-se na mesma da geral. “Foi um verdadeiro dia de dunas, no início da especial bati com joelho no comando do roadbook e parti o apoio, tive de o reparar e perdi mais de 5 minutos, passaram-me muitos pilotos, depois comecei a recuperar e quando entrámos nas dunas consegui recuperar muitas posições. Gostei muito desta etapa, pena que não tenham havido mais etapas com dunas como esta, pois estas são as verdadeiras etapas de Dakar”.

Dentro do top 10, agora apenas duas motos não são KTM: as Yamaha de Hélder Rodrigues (3º) e Olivier Pain (9º). O “rookie” de luxo que é Johnny Aubert, piloto de fábrica da KTM no Mundial de Enduro, passou agora a desempenhar as funções de mochileiro de Coma, após o abandono de Joan Pedrero, e ocupa um bom 14º lugar na sua 450 Réplica.

A etapa de amanhã liga Nazca a Pisco e conta com uma especial de cerca de 275 quilómetros. A dureza promete continuar nesta etapa onde as dunas serão rainhas.





Fonte:Motociclismo
Voltar ao Topo Ir em baixo
T@go
CBR 650
avatar

Pendura : ..............Sofia!!

Número de Mensagens : 5395
Idade : 42
Localização : Cascais
Mota/Modelo : Hornet
Data de inscrição : 01/05/2009

MensagemAssunto: Dakar 2012: Hélder Rodrigues vence penúltima etapa Janeiro 15th 2012, 10:52



A penúltima etapa do Rali Dakar 2012, com percurso seletivo de 275 km a ligar as localidades de Nasca e Pisco, no Perú, fica marcada pelos problemas mecânicos que levaram Marc Coma a abandonar a sua posição de liderança a favor de Cyril Després e, entregar a vitória ao seu arquirrival na KTM.

Mas enquanto os dois principais candidatos à vitória no Dakar estão entretidos entre si, o nosso português Hélder Rodrigues voltou a brilhar e a alcançar uma vitória em etapa - desta feita sem ser devido a penalizações de outros pilotos. O piloto da Yamaha assegurou assim o lugar mais baixo do pódio à chegada à capital peruana, Lima.

Durante a etapa de hoje, Hélder Rodrigues aproveitou o fato de sair após Coma e Després e, aproveitando esse "bónus", o português controlou o andamento dos outros pilotos, mesmo após o escape da sua WR450 ter saltado nos últimos quilómetros, conseguindo terminar à frente de todos os outros, com 47 segundos de vantagem para Cyril Després, 2º do dia, e 3 minutos para Jordi Villadoms que assim deixa o pódio para o português em definitivo.

Quanto à luta pela vitória no Dakar 2012, e cumprindo com a tradição de "um ano um, no ano seguinte o outro", Marc Coma viu a sua tarefa dificultada quando, apenas após 25 km de percurso percorrido, começou a sentir problemas na sua caixa de velocidades. A KTM do catalão foi suportando a pressão até as 2ª e 3ª relações cederem por completo. Por essa altura, Després já estava em cima do seu arquirrival e, essa pressão acabou por levar Coma a cometer um erro de percurso e perder-se do trilho ideal por volta do km 270.

No final da etapa Després terminou em segundo mas, mais importante, conquistou a virtualmente a vitória no Dakar, pois ao terminar com 12'38s de vantagem para Marc Coma, assumiu a liderança da geral nas motos com pouco mais de onze minutos de vantagem para o espanhol quando faltam apenas 29 km para cumprir até chegar à capital do Perú.

A restante comitiva portuguesa voltou a estar em destaque neste dia.

Paulo Gonçalves terminou em quinto e subiu assim mais alguns lugares na geral, onde está agora em 26º. O piloto português da Husqvarna demonstrou ao longo deste Dakar que de ano para ano está mais consistentes neste tipo de provas de resistência. Não fosse a penalização de seis horas (!) sofrida a meio da semana e, poderíamos estar perante um resultado dentro dos cinco ou seis melhores.

Ruben Faria, na sua missão de ajudar Cyril Després, voltou a entrar nos dez mais rápidos e terminou a etapa em nono. Na classificação geral o seu 12º lugar está também assegurado. O último dos portugueses voltou a seu Bianchi Prata que, este ano passou de certa forma despercebido ao longo de toda a prova. O 46º lugar na geral é disso exemplo.



Fonte:Motociclismo
Voltar ao Topo Ir em baixo
T@go
CBR 650
avatar

Pendura : ..............Sofia!!

Número de Mensagens : 5395
Idade : 42
Localização : Cascais
Mota/Modelo : Hornet
Data de inscrição : 01/05/2009

MensagemAssunto: Dakar 2012: No final, a história repete-se! Janeiro 16th 2012, 20:03



Desde ontem que estávamos à espera deste resultado. Os homens que dominaram a prova, ao longo de 14 difíceis etapas, foram os mesmos que já lideravam as tabelas há alguns dias. A etapa de hoje, entre Pisco e Lima, foi um passeio à beira da Pacífico com um pequeno desvio que coincidiu com uma especial de 29 Km, à partida para a qual já nem sequer havia muitas duvidas sobre qual dos pilotos da KTM iria hoje subir ao patamar mais elevado do pódio, depois de o catalão Coma, vencedor no ano passado, ter ontem perdido cerca de 12 minutos para o francês Després que, com esta já soma quatro vitórias na prova.

O desenrolar dos acontecimentos acabou assim por ditar que Cyril e Coma, vão, de ano para ano, alternando a subida ao lugar mais alto do pódio. E pelos vistos, Hélder Rodrigues reservou para si o papel de sério candidato ao “desempate”, já que pelo segundo ano consecutivo, também ele e a sua Yamaha sobem ao pódio do Dakar.
À chegada o “estrelinha” terá desabafado:



Chegar ao final de um Dakar é sempre fantástico. Então terminar no pódio é simplesmente incrível. Marc e Cyril são dois grandes pilotos. São nozes duras de roer /…/ Ganhar o Dakar exige uma preparação perfeita durante todo o ano e fazer tudo certo durante a corrida. Vou tentar encontrar a solução para ser tão bom como eles. Eu preciso de um pouco mais de tudo, especialmente de dinheiro para construir uma estrutura forte.




Dos outros portugueses, Ruben Faria terá desempenhado com perfeição o seu papel de mochileiro do vencedor, e assegurado para si a segunda melhor prestação lusa com o décimo segundo lugar. Pena foi que Paulo Gonçalves, após o caricato “incidente da lama” que lhe atribuiu uma penalização de seis horas, na oitava etapa, se tenha visto relegado para o vigésimo sexto lugar da classificação geral final. Não fora isso, e o sexto lugar da geral seria o mínimo que o “Speedy” poderia ter conseguido. Bianchi Prata, apesar de apenas ter sofrido uma penalização de 15 minutos, não conseguiu melhor do que o 43º lugar, tendo gasto quase mais 13 horas do que o vencedor.



Fonte:Motociclismo
Voltar ao Topo Ir em baixo
T@go
CBR 650
avatar

Pendura : ..............Sofia!!

Número de Mensagens : 5395
Idade : 42
Localização : Cascais
Mota/Modelo : Hornet
Data de inscrição : 01/05/2009

MensagemAssunto: Cyril Després em Lisboa Janeiro 26th 2012, 09:34


Cyril Després, o vencedor do recente e polémico Dakar, estará em Lisboa na próxima sexta-feira, dia 27, para um almoço com alguma imprensa especializada.
O convite, endereçado à MOTOCICLISMO por um dos patrocinadores do piloto francês, referia que iriam estar apenas três jornalistas presentes, onde nos incluiríamos, e que a vinda de Després a Portugal era especialmente para agradecer a “excelente prestação e apoio do seu companheiro de equipa Ruben Faria.”

Tratando-se de uma clara operação de marketing para limpar a péssima imagem que deixou neste Dakar, a partir do “episódio na lama” com Paulo Gonçalves, após o que a organização o presenteou com o tempo então perdido, vimos aqui esclarecer desde já os nossos leitores que não estaremos presentes nesse almoço.

Agradecemos, mas declinámos o convite, pois não será na Motociclismo/Moto Verde, ou em www.motociclismo.pt, que o vencedor do Dakar terá tempo de antena extra, para além do relato dos factos desportivos.

Será talvez, injusto para com Ruben Faria, um dos mais talentosos pilotos do TT mundial, que cumpriu a sua missão sem falhas, e eventualmente até passaremos ao lado de uma boa oportunidade jornalística. Mas há que ser coerente, e se quiserem saber o que Cyril Després vai dizer na sexta-feira, não é aqui que o vão ler, o que lamentamos pelos nossos leitores, mas esperamos que compreendam.





Fonte:Motociclismo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Teofilo
CBR 650
avatar

Pendura : Monoposto, I'm a a lonely

Número de Mensagens : 5534
Idade : 31
Localização : Lisboa
Mota/Modelo : CBR600RR 2008
Data de inscrição : 15/01/2009

MensagemAssunto: Re: O Dakar 2012 vai chegar ao Perú Janeiro 26th 2012, 17:45

apoiados a 100porcento. . .
era combinar tudo e depois nao aparecer ninguem isso e que era. . .
o que ele fez nao se faça. . .
para mim tem um X bem grande se passar por mim na rua ainda lhe bato. . .
lol. . .
e ainda tenho bem presente outro episódio com aquela actriz brasileira a qualquer coisa Proença. . .
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O Dakar 2012 vai chegar ao Perú

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

O Dakar 2012 vai chegar ao Perú

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» Acabadinha de chegar!!!
» Pin do Euro 2012
» DESTAQUE DO ANO 2011/2012
» Anime Friends 2012
» [Loja] Medieval Revistaria

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
CBRportugal | Comunidade Motard :: GERAL :: Novidades do mundo motociclista-