InícioPortalRegistrar-seConectar-sePassatempos: Escrever. LojaPassatempos: Escrever. V-deosPassatempos: Escrever. Fotos
Passatempos: Escrever. Iy07r7

Ver as novas mensagens desde minha última visita
Ver minhas mensagens
Ver as mensagens sem resposta
Compartilhe
 

 Passatempos: Escrever.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
goodstuff
Honda Monkey
goodstuff

Número de Mensagens : 4
Idade : 34
Localização : Lisboa
Data de inscrição : 01/01/2013

Passatempos: Escrever. Empty
MensagemAssunto: Passatempos: Escrever. Passatempos: Escrever. Icon_minitimeJaneiro 1st 2013, 01:29

Bem pessoal, um dos membros daqui, escreve umas coisas jeitosas, por isso vim aqui publicar, não me perguntem a mim o porque de ele não querer publicar eheheh

Histórias de um motard , apaixonado.
João , de 30 anos, era um jovem prodigio , que com esta idade , era engenheiro mecanico , era o melhor engenheiro mecanico que alguma vez tinha trabalhado na sede da Honda nos USA e estava perto de criar a sua propria equipa de competições de motociclismo. Era tímido , e andava sempre sozinho, apesar de ser elegante , moreno e de olhos negros e ter um fisico que qualquer mulher queria , um fisico como Mark Wahlberg tinha. Desde os seus 10 anos , tinha a paixão pelos motociclos , foi uma paixão transmitida pelo seu pai , como que uma doença , e desde os 12 anos tinha mota. A mãe de João gostava também de motas , mas com medo , deixou de conduzir.
João vivia em Los Angeles County, no sul da California. A razão por ter abandonado Portugal , o país de onde é natural , é bastante simples. A sua paixão das motas levou-o até lá , para viver perto da Mulholland Highway - basicamente é um paraíso para todos os amantes de motores , devido ás curvas que constituem a autoestrada.
Deixou a familia em Portugal, e os seus irmãos – não de sangue , mas sim de afinidade – em França. Continuava a comunicar bastante com eles , mas perto da sua localidade não tinha amigos nem familiares, nem mulher. Basicamente , estava sozinho.
João , como fazia sempre , de tarde e de noite pegava na sua Suzuki GSXR 1000 – uma moto desportiva , preta , muito discreta – e ia até às famosas curvas , treinar um pouco.
Por onde ele passava, toda a multidão não retirava os olhos dele e da sua moto , tanto pela extraordinaria habilidade que tinha a conduzir , como pela sua roupa e pela sua mota – João vestiasse da cabeça aos pés de preto, com cabedal que brilhava à luz do sol – nunca ninguém tinha visto a cara de João , ninguém o conhecia pessoalmente , apenas o viam conduzir , todos os dias , à mesma hora.
João tinha ido dar a sua volta à noite, quando de repente, uma GSXR 1000 azul – a mesma mota que João , apenas mudava a cor - em que o condutor levava um fato a condizer com a mota , ultrapassa-o numa curva , deixando João absolutamente fascinado e surpreendido por ver tal habilidade numa mota. João reduziu uma mudança e tentou seguir a mota , com curiosidade de saber quem era. Por muito bem que João conduzisse, o “motard de azul” conhecia melhor aquelas curvas que ele , e pouco tempo depois , João perdeu a mota de vista, e acabou por desistir de procurar.
Mais tarde, João voltou para casa sem tirar do pensamento o “motard de azul”.
Quando foi falar com os seus irmãos, Dário e Anthony, contou-lhes a história, e ambos disseram que ele tinha de descobrir quem era , porque se tinha tanta habilidade , poderia ter futuro no mundo do motociclismo.
Passaram se meses , e João não tinha esquecido o “motard de azul”, e João continuava em busca dele , dias a fio.
Certo dia , João, como tantos outros dias , estava deprimido , e quando isso acontecia , ele pegava na sua mota , e ia até a um lugar muito pouco conhecido , no topo de uma montanha , onde , feito pela natureza , parecia ter um terraço , precisamente feito para se ir ver o por do sol.
João estava a caminho , e quando estava a chegar , viu uma mota ao fundo , e estava lá o condutor. João desligou a moto , e intrigado – pois ninguém a não ser ele conhecia aquele lugar – foi devagar , tentando não fazer barulho , até ao lugar para ver quem era.
Qual foi a surpresa de João , quando ao chegar ao lugar , vê que a mota e o fato , eram precisamente iguais ao da pessoa que o tinha ultrapassado naquela noite , com tal habilidade que teria deixado João de boca aberta.
João segue devagar , extremamente surprendido , mas ainda fica mais surpreendido , quando vê que o condutor era uma mulher , sim , o “motard de azul” era uma mulher!
De repente , tal como nos filmes , João pisa um arbusto , que despertou a atenção da condutora , fazendo-a rapidamente virar se e retirar a sua ponta-e-mola da moto e apontou a João , perguntado em inglês – “que fazes aqui ?! Quem és tu , como sabes deste lugar ?!”
Meu Deus , que mulher tão linda ! Morena , olhos azuis , tinha uns lábios sensuais , e uns dentes brancos como marfim. Faz vos lembrar alguém? Bem , se não vos faz lembrar ninguém , pesquisem Megan Fox na internet e verão como era , era simplesmente a sua sósia !
João respondeu calmamente de braços levantados como se estivesse a ser assaltado : “Calma , estou tão surpreendido como tu , pensava que era a única pessoa que conhecia este lugar. Baixa isso para falar mos com mais calma , ok?”
Ela baixou a faca , e perguntou novamente , mas mais calma : “ Como sabes deste lugar ?”
João respondeu : “Quando me mudei para cá , a primeira vez que andei de mota , andei tão perdido que acabei por vir dar aqui , e desde então , sempre que a saudade aperta , venho aqui para me acalmar. E tu ?”
Ela respondeu , com uma expressão de tristeza: “O meu pai trazia me aqui quando era pequena , todos os domingos vinhamos cá ver o por-do-sol” virando se em direção à magnifica paisagem.
João entendeu que ela estrava triste , mas como era a primeira vez que estavam a falar , não quis perguntar o porque.
João disse lhe , calmamente mas envergonhado como sempre : “Não sei se sabes , mas à uns meses atrás , ultrapassas-te-me numa curva …” João foi imediatamente interrompido por ela , em que ela responde : “ Desculpa se te assustei , mas naquela estrada sempre ando depressa , e como te vi de repente , tive de me desviar.”
João , rendido a ela , responde calmamente , com um sorriso na cara: “Não tens de pedir desculpa , aliás tenho de te agradecer , nunca vi alguém conduzir tão bem , ainda por cima uma mulher …”
Ela , envergonhada , com um sorriso na cara , e cabeça baixa , tentando esconder o sorriso , responde: “ Obrigado , se há alguém a quem tens de agradecer é ao meu pai , ele ensinou me tudo o que sei hoje …” de repente ela ergue a cabeça com o sorriso , e acrescenta : “ Mas olha que as mulheres não conduzem assim tão mal , isso é descriminação!” brincando com ele.
João com um sorriso na cara , solta uma gargalhada e responde: “ Bem , desculpa se ofendi , mas o mais importante é que te consegui por um sorriso na cara, e parece que vou ter de dar os parabéns ao teu pai por te ter ensinado tão bem.”
Ela , de repente muda de expressão , se estava feliz e envergonhada , depois de João ter referido o pai dela , ela fica com uma expressão de extrema tristesa e responde : “ Sim , talvez tenhas de o fazer… Acho que está na hora de me ir embora”
Ela pega no seu capacete , coloca-se em cima da mota , e no momento em que estava a colocar o capacete , João acrescenta : “ Não me chegas-te a dizer o teu nome…”
Ela rapidamente responde : “ Kate , chamo me Kate”
João acrescenta : “ Vamos voltarmo-nos a ver?”
Kate responde novamente com um pequeno sorriso na cara, soltando uma pequena gargalhada : “Sim talvez , passa por aqui mais vezes” Kate acaba de colocar o capacete , liga a mota e arranca.
João , vendo ela a ir-se embora , volta para o lugar onde tinha deixado a mota , e volta para casa , sempre com Kate na mente.
Passou um mês , em que praticamente todos os dias , eles iam para aquele mesmo sitio ver o por-do-sol , eles conversaram tanto que ambos perceberam que estavam apaixonados um pelo outro. João tinha se apaixonado por ela , porque era tudo o que ele quis , uma mulher morena de olhos azuis , com uma boca sensual , um sorriso lindo , um corpo escaldante , que fosse timida, que usasse oculos , uns oculos do genero que as secretarias usam – era basicamente o seu fetiche- uma mulher calma , sincera , honesta , que gostasse tanto de motas como ele , que fosse romantica , tinha de gostar de heavy metal e rock , que gostasse de baladas rock , tal como as famosas baladas de Scorpions - Still Loving You e Believe in Love – e tinha exatamente o mesmo fascinio pela Italia que João tinha.
Basicamente ela era perfeita para ele.
Kate tinha se apaixonado por ele , pelo seu sorriso , pelo seu fisico , pelo seu bom coração , por ser romantico , e por ter os mesmos gostos que ela.
Ambos estavam apaixonados , mas nunca ninguém deu o passo seguinte.
Até que certo dia , João foi ter com Kate , e João olhou Kate nos seus limpidos olhos azuis , e disse: Não posso negar mais , és a mulher que eu amo , e já não vivo sem ti. João beijou Kate , e ambos ficaram encostados na mota , abraçados , Kate na frente de João , a ver o por-do-sol , tal como no filme Cool as Ice.
João certo dia foi para o lugar onde se encontravam. Esperou horas a fio e Kate não apareceu , assim como na semana seguinte.
João como sempre pensou que ela se tinha fartado dele , e decidiu deixar de ir lá.
Passado uma semana , João tinha saido como o seu Pontiac GTO de ‘67 – um carro que era um dos seus bens mais preciosos que ele tinha , um carro dourado , inteiramente de origem , um carro tipicamente americano , com a força americana – para ir comprar um filme para ver em casa , quando de repente , vê uma garagem aberta que lhe chama a atenção , pois tinha lá a moto de Kate , acompanhada por um Mustang – outro carro americano , preto com as jantes cromadas – João decidiu parar o carro e ir bater á porta daquela magnifica casa . No momento em que João ia bater á porta, repara que a porta não estava trancada , e entra , devagar , perguntando “ Kate , estás ai ?”. De repente Kate aparece , novamente com a ponta-e-mola em punho , mas largou-a quando viu que era João.
João ficou boquiaberto quando viu o estado de Kate. Kate estava com lagrimas a correrem lhe no rosto , estava despenteada , basicamente via se que estava de rastos , mas o pior de tudo , é que João viu que ela tinha um penso muito grande na perna esquerda. João ficou tão assustado que nem sabia o que dizer.
De repente , Kate abraça-se a ele , chorando , mas continuava sem dizer nada.
João abraça Kate e pergunta lhe o que aconteceu. Kate não responde , e continua a chorar.
João de repente leavanta o olhar , e olha para uma porta meio aberta , e vê que estava uma mota estava despedaçada. João pega em Kate e leva-a para a cama, tentado adormece-la, mas não tirava da cabeça aquela mota que viu. Finalmente , Kate adormece e João vai ver a porta , e dá de caras com uma mota totalmente acidentada. A mota era muito antiga , era uma Harley Davidson – uma mota cruiser , dos anos 60 , que estava totalmente despedaçada – repentinamente , Kate aparece atrás de João , e João calmamente pergunta : “Essa ferida que tens na perna foi causada pelo acidente que depedaçou esta mota certo?” Kate só acessou com a cabeça dizendo que sim. João, tentando saber o que se passou pergunta : “Podes explicar me o porque de teres ficado assim por causa da mota?” Kate responde : “Essa Harley que estas a ver era do meu pai , era o bem mais precioso que ele tinha , tirando eu , essa era a menina dos seus olhos , e antes de morrer , ele confiou em mim para cuidar dela. Mas fui tão burra que fui dar uma volta com a mota que a fazer uma curva caí e destrui a princesa do meu pai” Kate senta-se no chão , agarrando as suas pernas , chorando. João despedaçado por ver Kate assim pega nela , e leva a para o sofá. Fica com ela para a acalmar , e mais tarde pergunta : “De que morreu o teu pai?”
Kate , prende o choro e responde mais calma: “ Se tu segues o MotoGP certamente te lembras de Marco Simmoncelli , eu sei que sabes quem é , era um dos melhores amigos do Rossi , a tua inspiração.”
João , intrigado com o que ela estava a dizer , pergunta : “ então mas o que ele têm a ver com o teu pai?”
Kate , olha nos olhos de João e responde : “ Bem , ninguém da media sabia , mas ele tinha uma filha”
João , intrigado e supreendido , rapidamente pergunta : “tu és a filha dele ?”
Kate engole em seco e responde , com a voz rouca: “ Sim”
João abraça Kate e diz : “ Bem , nunca imaginei que algum dia estivesse com a filha de Simmoncelli nos braços , muito menos que a filha fosse tão linda como tu” brincando, tentando acalmar Kate.
Kate solta um sorriso , e abraça ainda mais João.
Tudo agora fazia sentido , já sabia porque no primeiro encontro ela ficou triste por falar no pai , já sabia o porque de tal fascinio pela Italia e pelas motas.
Kate diz a João , rompendo o silêncio : “Não sei o que fazer agora com aquela mota”
João responde : “ Não penses agora nisso , agora quero é que tu venhas para minha casa , não fico descansado contigo aqui sozinha.”
Kate tenta recusar mas João nem lhe deu hipotese para falar , a decisão estava tomada , ela ia com ele e não havia mais conversas a esse respeito.
Kate fez as malas e foi para casa de João.
Passado dois dias , João enquanto Kate estava a dormir , ligou a Anthony e a Dário , os seus “irmãos” , e pediu que eles viessem ter com ele a Los Angeles , para o ajudar na reconstrução da mota de Kate , ou melhor , de Marco Simoncelli.
Anthony era um lutador de MMA – Mixed Martial Arts , ou em português , AMM , Artes Marciais Mistas - , e Dário vivia o seu sonho , tinha uma oficina de tuning- tuning é o nome dado a fãs de modificação de carros - em França.
Ambos foram ter com João para o ajudar a retirar a mota da garagem de Kate. João enquanto os seus irmãos não chegavam , foi fazendo chamadas para os seus mecanicos , que tinha conhecimento na marca Harley Davidson, e que conseguiam arranjar peças para a mota de coleção , tudo isto devido ao trabalho que João exercia.
Finalmente Dário e Anthony tinham chegado , foram ter com ele a casa de João , e João apresentou os seus irmãos a Kate. Já era oficial , que Kate e João estavam numa relação , e era bastante evidente aos olhos de qualquer um.
João tinha mentido a Kate , dizendo que Anthony e Dário tinham vindo a Los Angeles em negócios.
Apesar de tudo Kate não desconfiava de nada, e João e os seus irmãos já tinham posto mãos á obra.
No dia seguinte , João pegou na sua carrinha e foram buscar a mota acidentada a casa de Kate, levaram na para os seus mecânicos , para que podessem restaurar a mota.
Foi dificil manter Kate afastada da sua casa durante um 6 meses , muito mesmo , nem acreditam, mas finalmente a mota estava pronta.
João apercebeu-se de que esta era a mulher da sua vida , e depois de tudo o que tinham passado juntos , era com ela que queria ficar o resto da vida.
João , foi buscar a mota , e qual o seu espanto , a mota estava igual a nova ! João pegou nas chaves , e levou a mota para o lugar onde eles os dois se tinham conhecido , ao por-do-sol , exatamente á mesma hora do seu primeiro encontro. Pediu a Anthony , que tinha ficado esses 6 meses em Los Angeles, para guardar a mota , e que quando João estivesse prestes a pedir Kate em casamento , que Anthony entrasse com a mota no sitio onde estavam.
Assim aconteceu , João pediu a Kate para irem dar uma volta , e ambos foram no carro de João.
Quando chegaram , João levou Kate para a parte da frente do carro e disse , nervoso: “Não sei se sabes , mas nunca amei ninguém na minha vida como te amo a ti , amo-te mais do que a própria vida. Todos os dias agradeço a Deus por me teres ultrapassado naquela noite , e por me ter feito encontrar contigo , neste preciso lugar , nesta precisa hora. Desde o primeiro dia que nos conhece-mos , que o teu sorriso não me sai da mente.”
De repente , ouve-se uma mota a trabalhar , assim que Kate ouve aquele som , solta um sorriso na cara como João nunca tinha visto. Anthony entra com a mota , estaciona em frente deles os dois , e Kate não parava de sorrir. Logo de seguida , olha nos olhos de João, e caem-lhe as lágrimas.
João logo de seguida diz : “Eu sei que isto não é um anel , mas é a mota é pela qual ficamos tão unidos. Então , aceitas casar comigo?”
Kate , fica sem reação , a única coisa que consegue dizer é “Sim”
João fica com um sorriso de orelha a orelha , e beijou Kate como se fosse o primeiro beijo.
Atualmente , têm dois filhos e uma filha , um chama-se Marco de 13 anos , é considerado pelos especialistas a mais jovem promessa no MotoGP , o outro chama-se Miguel , de 10 anos , que com 10 anos , simplesmente em cada competição de motocross ganha tudo , e é também considerado o jovem prodigio do motocross , e menina , de 6 anos , aspira a um dia , poder ser médica.
Kate e João não podiam estar mais felizes , e agradecem todos os dias a Deus por se terem encontrado, e por hoje terem a vida que têm.

Tenho 16 anos , chamo-me João , e sim , espero um dia que este historia se concretize, pois este é o meu sonho de vida , esta é a mulher da minha vida , e espero um dia encontrá-la.
Em homenagem a Marco Simoncelli e Valentino Rossi

Voltar ao Topo Ir em baixo
tenazinha
CBR 600F
tenazinha

Número de Mensagens : 1137
Idade : 27
Localização : Lisboa
Mota/Modelo : Honda NSR 125 / CBR 600RR aka "A canária"
Data de inscrição : 15/05/2012

Passatempos: Escrever. Empty
MensagemAssunto: Re: Passatempos: Escrever. Passatempos: Escrever. Icon_minitimeJaneiro 1st 2013, 01:57

gostei do que li!
Voltar ao Topo Ir em baixo
goodstuff
Honda Monkey
goodstuff

Número de Mensagens : 4
Idade : 34
Localização : Lisboa
Data de inscrição : 01/01/2013

Passatempos: Escrever. Empty
MensagemAssunto: Re: Passatempos: Escrever. Passatempos: Escrever. Icon_minitimeJaneiro 1st 2013, 01:58

ainda bem, o rapaz não escreve muito, e diz que isto foi escrito meio a pressa, diz que lhe dá para isto as vezes ahahah
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kentera
CBR 600F4i
Kentera

Pendura : Kriss

Número de Mensagens : 3988
Idade : 33
Localização : oeSte
Data de inscrição : 08/09/2011

Passatempos: Escrever. Empty
MensagemAssunto: Re: Passatempos: Escrever. Passatempos: Escrever. Icon_minitimeJaneiro 1st 2013, 11:37

tava inspirado... tb gostei... Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Passatempos: Escrever. Empty
MensagemAssunto: Re: Passatempos: Escrever. Passatempos: Escrever. Icon_minitime

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Passatempos: Escrever.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
CBRportugal | Comunidade Motard :: OFF-TOPIC :: Outros assuntos-