InícioPortalRegistrar-seConectar-se

Ver as novas mensagens desde minha última visita
Ver minhas mensagens
Ver as mensagens sem resposta
Compartilhe | .
 

 Test Drive Yamaha XT 660Z Tenere 2008

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
CBR666
CBR 600F3
avatar

Número de Mensagens : 2237
Idade : 31
Localização : Lisboa
Mota/Modelo : CBR 600 RR e KTM SX-F 250
Data de inscrição : 17/10/2010

MensagemAssunto: Test Drive Yamaha XT 660Z Tenere 2008 Outubro 6th 2014, 23:09



Pois bem, na passada manhã de Sábado, tive a oportunidade de acrescentar mais um modelo de moto aqueles que já experimentei.
Foi a vez de uma Yamaha XT 660Z Tenere de 2008. A mota foi-me deixada para colocar um kit de transmissão trocar o óleo de travões e resolver uns problemas com o xénon. O proprietário disse-me para quando a tivesse pronta, deveria ir dar uma volta com ela para perceber se estava tudo em condições, visto a ter comprado à relativamente pouco tempo, e ser a sua primeira mota "grande".

Basicamente esta Ténéré possui exatamente o mesmo motor e quadro utilizados na XT 660X, conta com 47cv e caixa de 5 relações.
Fiz cerca de 100/120km divididos entre cidade e via rápida. Devo dizer que muito do que vou dizer, já estava à espera da parte deste motor e da estrutura da mota.

Tem potencia de motor Q.B. mas não é nenhum supra sumo de potencia e de binário, a caixa de 5 velocidades é estranha, bastante estranha mesmo... A 1ª,2ª e 3ª relação são muito curtas, mas depois a 4ª e a 5ª conseguem ter o equilíbrio normal. É uma moto que tem de se trabalhar muito com a caixa, porque assim que a rotação cai abaixo das 2mil RPM o motor começa a bater bastante.
Para andar em cidade torna-se cansativo, mas depois em AE surpresa das surpresas, estava a espera de um motor muito limitado em termos de velocidade, mas não, facilmente se atinge os 160km/h e devido ao vidro alto que possui, nem damos conta a que velocidade se circula.
Pelo que percebi, 6 mil RPM é o ponto máximo de potencia, se passarmos daí até ao corte (8 mil RPM) é só estar a "escafiar" o motor sem tirarmos o minimo partido.
Sinceramente não passei dos 165km/h, mas acredito que seja moto para atingir os 180/190km/h.

Tem um bom comportamento dinâmico a nível de suspensões, a ponto de dar por mim a andar a velocidades elevadas em ruas bastante sinuosas, com carris de eléctrico,calçada e muita buracada à mistura sem qualquer tipo de problema, sem sequer ter de levantar o cu do banco. Fiquei mesmo impressionado.
Esse também é outro aspecto a ter em conta, ao contrário de muitas outras trail que conduzi, não se perde a ligação de piloto/mota por ser conduzida em pé. Nesse aspecto agradou-me bastante.

Como todas as Yamaha's trava bem, está equipada com o sistema Brembo, desde as pinças até à master bomba. Penso que existe algum exagero no poder de travagem atrás, a mota é muito leve atrás, e mal se toca no pedal de travão traseiro a roda bloqueia logo. Devo dizer que passei a manhã toda a "divertir-me" a fazer slides devido ao facto do pneu de trás estar ressequido e parecer um bocado de "plástico", e também pelo facto de se conseguir controlar facilmente a traseira a deslizar.

Em termos de conforto, para o tipo de mota que é, achei bastante confortável e com alguns aspectos importantes que foram tidos em conta para o conforto do utilizador, face à brusquidão do motor monocilindrico.
As peseiras do condutor são cobertas por uma borracha grande para apoiar bem os pés, borracha essa bastante mole para absorver as turpidações.
O banco, muito sinceramente não sei se é o de origem, mas se for, é uma aposta muito bem ganha, 5 estrelas mesmo.

O quadrante tem bastante informação, tais como, nível de combustível, horas, velocímetro digital, conta rotação, conta quilometros, mas depois uma grande falha é não apresentar a temperatura de trabalho do motor.
Outra coisa que notei, segundo o proprietário, esta mota dorme na rua à cerca de 1 ano, o antigo dono tinha garagem, portanto tem 5 anos de garagem com 1 ano na rua... Não me surpreendeu nada, porque sei que é um dos pecados mortais das Yamaha, mas faz-me confusão como uma mota destas, apresentar muito pontos de ferrugem, muito plástico queimado do sol e até ressequido.
Estavam também montadas 2 panelas de escape Akrapovic, resultado disso é uma sinfonia brutal para quem gosta como eu do "barulho de tractor". Era lindo largar o acelerador num descida e ela vir por ali abaixo aos "tiros".
Quanto ao deposito de combustível, é bastante grande, não sei precisar quantos litros leva, mas diria uns 25L.
Os 25L de gasolina não são nada demais, porque quando se aperta mais um bocado com o bicho ela abre as goelas e bebe que se farta! Smile

Em suma, tive muita pena de não ter oportunidade de ir fazer um estradão no mato ou dar um passeio num pinhal para saber o comportamento dela no seu habitat natural, mas deu para perceber até onde pode ir, as suas limitações e os seus trunfos.
Não é de todo o meu estilo de mota, nem a minha marca, não era uma escolha se tivesse que optar por uma trail, mas não é tão má de todo. Não querendo ser mau demais, se me oferecessem uma, não diria que não... Mas todos aqueles plásticos e ferros saltavam fora, a cremalheira ganhava mais 5/6 dentes e rezava para enquanto andasse nas minhas mãos não "deitasse" o motor!  Twisted Evil 

Uma nota de 0 a 10, leva um 5.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://ll-motors.pt
Asa Negra
CBR 400RR
avatar

Número de Mensagens : 705
Idade : 37
Localização : Numa estrada qualquer
Mota/Modelo : cbr 650 f
Data de inscrição : 03/11/2011

MensagemAssunto: Re: Test Drive Yamaha XT 660Z Tenere 2008 Outubro 7th 2014, 04:09

Gostei de ler! :-)
Voltar ao Topo Ir em baixo
MotardFeio
CBR 600F4
avatar

Número de Mensagens : 2624
Idade : 37
Localização : Margem Sul
Mota/Modelo : CBR XX 2004; ex Hornet 600 2002; ex Aprilia RX 50 1998; ex Sachs Lebre 50 4 mudanças 1974
Data de inscrição : 12/03/2014

MensagemAssunto: Re: Test Drive Yamaha XT 660Z Tenere 2008 Outubro 7th 2014, 11:16

Lá está, é para uns belos km's em estradões em mau estado!

Abc!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Daikoni
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 8287
Idade : 29
Localização : Lisboa
Mota/Modelo : CBR600F 2012
Data de inscrição : 27/05/2013

MensagemAssunto: Re: Test Drive Yamaha XT 660Z Tenere 2008 Outubro 7th 2014, 11:21

Boa review! Não faz é o meu género de moto.. Razz

_________________________________________
Youtube  | Vimeo
Life is a trip, from point A (birth), to point B (death).
Motorcycles teach you different: it isn't the destiny that really matters, it's the ride between.
Think for yourself. Live your life. Make it count.
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/user/daik0ni/videos
bruno marcelino
CBR 600F2
avatar

Número de Mensagens : 1549
Idade : 29
Localização : Psi(2625) Ms(2830)
Mota/Modelo : Gsx R750M, Ninja Zx3r, kx125
Data de inscrição : 26/11/2012

MensagemAssunto: Re: Test Drive Yamaha XT 660Z Tenere 2008 Outubro 7th 2014, 12:13

nao sou capaz de gostar desta mota esteticamente mas para fazer um misto de estrada e mato deve ser bastante engracada
Voltar ao Topo Ir em baixo
AVPrendas
CBR 600F4i
avatar

Pendura : MMPrendas

Número de Mensagens : 3409
Idade : 32
Localização : Wonderland
Mota/Modelo : PCX / MTS '16 S Red
Data de inscrição : 22/10/2008

MensagemAssunto: Re: Test Drive Yamaha XT 660Z Tenere 2008 Outubro 7th 2014, 19:01

Das chamadas Trail's, para fora de estrada, é a melhor...

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.pcxportugal.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Test Drive Yamaha XT 660Z Tenere 2008

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Test Drive Yamaha XT 660Z Tenere 2008

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» Retrovisor direito Kawasaki Ninja 250R (preta de 2008)
» Yamaha revela nova esportiva de 250 cm³
» Quadra Drive
» caixa velocidades grand cherokee 3.1 quadra drive
» Mega Drive Portatil à Venda!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
CBRportugal | Comunidade Motard :: COMUNIDADE :: Test Drives-