InícioPortalRegistrar-seConectar-seÓleos de motor (Parte 2) LojaÓleos de motor (Parte 2) V-deosÓleos de motor (Parte 2) Fotos
Óleos de motor (Parte 2) Iy07r7

Ver as novas mensagens desde minha última visita
Ver minhas mensagens
Ver as mensagens sem resposta
Compartilhe
 

 Óleos de motor (Parte 2)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
CBR666
CBR 600F3
CBR666

Número de Mensagens : 2360
Idade : 34
Localização : Lisboa
Mota/Modelo : CBR 600 RR e KTM SX-F 250
Data de inscrição : 17/10/2010

Óleos de motor (Parte 2) Empty
MensagemAssunto: Óleos de motor (Parte 2) Óleos de motor (Parte 2) Icon_minitimeAgosto 7th 2013, 15:28

Classificações dos óleos

Para facilitar a escolha do lubrificante correto para veículos automóveis várias são as classificações, sendo as principais SAE e API.


Classificação SAE: 



Estabelecida pela Sociedade dos Engenheiros Automoveis dos Estados Unidos, classifica os óleos lubrificantes pela sua viscosidade, que é indicada por um número. Quanto maior este número, mais viscoso é o lubrificante e são divididos em três categorias:
Óleos de verão: SAE 20, 30, 40, 50, 60;
Óleos de inverno: SAE 0W, 5W, 10W, 15W, 20W, 25W;
Óleos multiviscosos (inverno e verão): SAE 20W-40, 20W-50, 15W-50. Observação: a letra "W" vem do inglês "winter", que significa inverno.


Classificação API:



Desenvolvida pelo Instituto Americano do Petróleo, também dos Estados Unidos da América, baseia-se em níveis de desempenho dos óleos lubrificantes, isto é, no tipo de serviço do qual a máquina estará sujeita. São classificados por duas letras, a primeira indica o tipo de combustível do motor e a segunda o tipo de serviço. Os óleos lubrificantes para motores a gasolina, álcool e GPL de 4 tempos atualmente no mercado são: O óleo SJ é superior ao SH, isto é, o SJ passa em todos os testes que o óleo SH passa, e em outros que o SH não passa. O Óleo SH por sua vez é superior ao SG, assim sucessivamente.
Os óleos lubrificantes para motores a gasolina 2 tempos, como os usados em motoserras, abrangem 3 níveis de desempenho: API TA, TB e TC.
A classificação API, para motores diesel, é mais complexa que para motores a gasolina, álcool e GNV, pois devido às evoluções que sofreu, foram acrescentados números, para indicar o tipo de motor (2 ou 4 tempos) a que se destina o lubrificante.



Principais aprovações


API

Com uma classificação original de óleos em "Regular", "Premium" e "HD" esta classificação não distinguia entre óleo para motores diesel ou motores a gasolina.
As especificações norte-americanas, ou especificações API, foram criadas em 1947 e distinguem entre veículos a gasolina (S) e a diesel (C).



Classificação API gasolina


SH: Indicado para motores a gasolina em uso normal, de acordo com as recomendações de manutenção do fabricante. Excedem a anterior norma API SG no controle de depósito, controle da oxidação e proteção contra o desgaste, ferrugem e corrosão.


SH + EC e SH EC II: Lubrificante de Qualidade SH. Características de poupança de combustível comparada com um óleo de referência SAE 20W-30. EC: Economia minima de 1,5%; EC II Economia minima de 2,7%.


SJ: Projetado para uso em motores a gasolina, de acordo com as recomendações de manutenção do fabricante. Requisitos mais rigorosos do que API SH. Introduzido em 1997.


SJ + EC: Lubrificante de qualidade SJ. Características de poupança de combustível comparável com óleo SAE 5W-30. Economia mínima entre 1,4% e 0,5% de acordo com as viscosidades. Superior a SH + EC II.


SL: Projetado para uso em motores a gasolina de acordo com as recomendações de manutenção do fabricante. Excede API SJ no controle da formação de depósitos a altas temperaturas, levando a motores mais limpos e a um controlo da oxidação, aumentando assim sua vida útil; redução de volatilidade em cerca de 30% em comparação com API SJ, o que reduz significativamente o consumo de lubrificante. Introduzida em 2001.



Classificação API diesel


CF-4: Lubrificante para motores diesel de 4 tempos. Supera a anterior API CE na redução do consumo de lubrificante e no controle da formação de depósitos nos pistões. Indicado para veículos ligeiros e pesados. Introduzido em 1990.


CF: Motores de injeção indireta e outros tipos de motores a diesel aspirados ou turboalimentados. Excelente controle de depósitos nos pistões, de desgaste e corrosão. Introduzido em 1994.


CF-2: Motores diesel de dois tempos com utilização intensiva. Excelente controlo de depósitos, protecção de pistões e segmentos. Introduzido em 1994.


CG-4: Motores diesel a quatro tempos utilizados em veículos pesados tanto de estrada como de obras públicas. Excelente controlo de depósitos nos pistões, propriedades antidesgaste, anti-corrosão, contra a formação de espuma, estabilidade à oxidação e contra a acumulação de fuligem. Introduzido em 1994.


CH-4: Seu objetivo é aumentar o tempo entre as mudanças de óleo, reduzindo os custos de operação. Insatisfação com a CG-4. Introduzido em 1999.


CI-4: Lubrificantes para motores diesel rápidos de quatro tempos, desenhados para atender às especificações de emissões de 2004. Aplicável em combustíveis com teores de enxofre inferior a 0,05% em peso. Especialmente eficaz em motores com recirculação de gases de escape (EGR). Melhora a proteção contra corrosão, estabilidade em altas e baixas temperaturas, controle de cinzas, controle dos depósitos nos pistões, desgaste reduzido na árvore de cames, redução da oxidação, evitando a formação de espuma e reduzir a perda de viscosidade devido ao cisalhamento. Foi introduzido em 2002.



Normas ACEA


Motores gasolina e diesel


A1/B1
Óleos recomendados para motores a gasolina ou diesel, ligeiros ou comerciais. São óleos especiais de baixa viscosidade, com um intervalo de viscosidade em condições de "High Temperature/High Shear" (HTHS) de 2,6 a 3,5mPa
’s.

A3/B3
Óleos de graduação estável (
“stay-in grade”) para motores a gasolina e diesel de altas prestações. Recomendado também para intervalos de mudança de óleo prolongados e condições de trabalho severas.

A3/B4
Óleos de graduação estável (
“stay-in grade”) recomendados para uso em motores de altas prestações a gasolina e diesel de injecção directa de ligeiros e comerciais, também para intervalos de mudança de óleo prolongados em condições de trabalho severas.

A5/B5
Óleos de graduação estável (
“stay-in grade”) recomendados para intervalos de mudança prolongados em motores especiais de altas prestações a gasolina e diesel de ligeiros e comerciais. São óleos especiais de baixa viscosidade com um intervalo de viscosidade em condições de "High Temperature/High Shear" (HTHS) de 2,6 a 3,5mPa’s
Motores a Gasolina/Diesel com filtro de partículas (DPF)


C1
Óleos com HTHS reduzido (viscosidade em condições HTHS 2.9 mPa
’s), para uso em veículos com filtros de partículas (DPF) e catalisador de 3 vias (TWC) de ligeiros de elevadas performances, comerciais diesel e motores a gasolina.

C2
Óleos com HTHS reduzido (viscosidade em condições HTHS 2.9 mPa
’s), para uso em veículos com filtros de partículas (DPF) e catalisador de 3 vias (TWC) de ligeiros de elevadas performances, comerciais diesel e motores a gasolina, preparados para usar óleos de baixa fricção e de baixa viscosidade.

C3
Óleos Mid SAPS com HTHS reduzido (viscosidade em condições HTHS 2.9 mPa
’s), para uso em veículos com filtros de partículas (DPF) e catalisador de 3 vias (TWC) de ligeiros de elevadas performances, comerciais diesel e motores a gasolina, preparados para usar óleos de baixa fricção e de baixa viscosidade.

C4
Óleos Low SAPS com HTHS tradicional (>3.5 cP) , para uso em veículos com filtros de partículas (DPF) e catalisador de 3 vias (TWC) de ligeiros de elevadas performances. Especialmente recomendados para motores Renault de ligeiros e comerciais diesel com DPF. Concentração de aditivos diferente de C3.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://ll-motors.pt
CBR666
CBR 600F3
CBR666

Número de Mensagens : 2360
Idade : 34
Localização : Lisboa
Mota/Modelo : CBR 600 RR e KTM SX-F 250
Data de inscrição : 17/10/2010

Óleos de motor (Parte 2) Empty
MensagemAssunto: Re: Óleos de motor (Parte 2) Óleos de motor (Parte 2) Icon_minitimeAgosto 7th 2013, 22:39

Espero com este post esclarecer algumas duvidas que me tem sido colocadas ultimamente. Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://ll-motors.pt
ruizs23
CBR 150
ruizs23

Pendura : raramente

Número de Mensagens : 163
Idade : 45
Localização : Xangai
Mota/Modelo : Honda cbr 600f 2003
Data de inscrição : 06/10/2013

Óleos de motor (Parte 2) Empty
MensagemAssunto: Re: Óleos de motor (Parte 2) Óleos de motor (Parte 2) Icon_minitimeOutubro 24th 2013, 23:25

5 ESTRELAS
Voltar ao Topo Ir em baixo
Carlos Duarte
CBR 400RR
Carlos Duarte

Número de Mensagens : 705
Idade : 47
Localização : Lisboa
Mota/Modelo : CBR 600 rr
Data de inscrição : 14/09/2014

Óleos de motor (Parte 2) Empty
MensagemAssunto: Re: Óleos de motor (Parte 2) Óleos de motor (Parte 2) Icon_minitimeOutubro 18th 2014, 22:50

Ajuda e bem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gels
Honda Monkey
Gels

Número de Mensagens : 2
Idade : 42
Localização : Almada
Mota/Modelo : Cbr900rr 92
Data de inscrição : 31/01/2015

Óleos de motor (Parte 2) Empty
MensagemAssunto: Re: Óleos de motor (Parte 2) Óleos de motor (Parte 2) Icon_minitimeJaneiro 31st 2015, 09:45

Bom dia
Óleo para cbr900rr 1992?
Já li várias opiniões, e mesmo com este texto, que ajuda, gostava que me confirmassem qual o melhor óleo para a mota acima, dado que a Honda aconselha o BP mas existem melhores!
Obrigado
Voltar ao Topo Ir em baixo
Deltamike
Honda Monkey
Deltamike

Número de Mensagens : 7
Idade : 34
Localização : Setúbal
Mota/Modelo : Cbr600f4 2000
Data de inscrição : 21/06/2019

Óleos de motor (Parte 2) Empty
MensagemAssunto: Re: Óleos de motor (Parte 2) Óleos de motor (Parte 2) Icon_minitimeMaio 13th 2020, 19:50

Boas, qual é a viscosidade recomendada pela honda para a cbr600f4 de 2000, 10w40, 20w50?
Obrigado
Voltar ao Topo Ir em baixo
JoelAntunes
CBR 600F2
JoelAntunes

Número de Mensagens : 1506
Idade : 21
Localização : Lisboa
Mota/Modelo : Cbr 600 rr 07 Ex:Cbr 600 F4; Crm 125; Cb125f ; Cm 125
Data de inscrição : 02/02/2016

Óleos de motor (Parte 2) Empty
MensagemAssunto: Re: Óleos de motor (Parte 2) Óleos de motor (Parte 2) Icon_minitimeMaio 13th 2020, 20:34

Deltamike escreveu:
Boas, qual é a viscosidade recomendada pela honda para a cbr600f4 de 2000, 10w40, 20w50?
Obrigado
10w40
Faz download do manual de serviço da mota, dá sempre jeito eventualmente!
Abraço
Voltar ao Topo Ir em baixo
Deltamike
Honda Monkey
Deltamike

Número de Mensagens : 7
Idade : 34
Localização : Setúbal
Mota/Modelo : Cbr600f4 2000
Data de inscrição : 21/06/2019

Óleos de motor (Parte 2) Empty
MensagemAssunto: Re: Óleos de motor (Parte 2) Óleos de motor (Parte 2) Icon_minitimeMaio 13th 2020, 21:10

JoelAntunes escreveu:

10w40
Faz download do manual de serviço da mota, dá sempre jeito eventualmente!
Abraço
Fiz download mas do brasil, de portugal não encontro nada, se souberes de algum manda me sff
No manual que tenho do brasil diz 20w50, mas como aqui só falam 10w40 desconfiei
Voltar ao Topo Ir em baixo
JoelAntunes
CBR 600F2
JoelAntunes

Número de Mensagens : 1506
Idade : 21
Localização : Lisboa
Mota/Modelo : Cbr 600 rr 07 Ex:Cbr 600 F4; Crm 125; Cb125f ; Cm 125
Data de inscrição : 02/02/2016

Óleos de motor (Parte 2) Empty
MensagemAssunto: Re: Óleos de motor (Parte 2) Óleos de motor (Parte 2) Icon_minitimeMaio 15th 2020, 00:31

Deltamike escreveu:

Fiz download mas do brasil, de portugal não encontro nada, se souberes de algum manda me sff
No manual que tenho do brasil diz 20w50, mas como aqui só falam 10w40 desconfiei
No brasil provavelmente justifica-se dado que o clima é bem mais quente que cá, mas não há uma única viscosidade restrita para um motor, vai sempre depender do clima em que a mota é utilizada... Mesmo cá não havendo grandes oscilações de temperatura, há malta que até usa óleos diferentes do verão para o inverno...
Voltar ao Topo Ir em baixo
CBR666
CBR 600F3
CBR666

Número de Mensagens : 2360
Idade : 34
Localização : Lisboa
Mota/Modelo : CBR 600 RR e KTM SX-F 250
Data de inscrição : 17/10/2010

Óleos de motor (Parte 2) Empty
MensagemAssunto: Re: Óleos de motor (Parte 2) Óleos de motor (Parte 2) Icon_minitimeMaio 29th 2020, 22:46

A grande maioria das motos com motores em linha (salvo excepções) no clima da península ibérica utiliza óleo de SAE 10W40.
Existem excepções nos motores em V, nas motos da BMW e também em motores que tenham registo de consumo de óleos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://ll-motors.pt
Conteúdo patrocinado




Óleos de motor (Parte 2) Empty
MensagemAssunto: Re: Óleos de motor (Parte 2) Óleos de motor (Parte 2) Icon_minitime

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Óleos de motor (Parte 2)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
CBRportugal | Comunidade Motard :: GARAGEM :: Manutenção Geral-